SRZD


03/11/2008 10h58

Castração: quanto mais cedo melhor
Nanci Corbioli

Castração: quanto mais cedo, melhor

Dono responsável castra seu pet 

Você já parou para pensar de onde vêm os animais que vagam pelas ruas do seu bairro e de sua cidade? Em boa parte das vezes, eles são as crias indesejadas de animais que têm dono. Basta um pequeno descuido do proprietário para que uma cadelinha no cio ceda aos encantos do charmoso cachorrão do vizinho. Só que nem sempre esses namoros têm final feliz. Muitos acabam com a rejeição da fêmea prenhe ou dos filhotes, que passam a engrossar as estatísticas sobre bichos abandonados de norte a sul do país. 

Animais na rua têm futuro pouco promissor. A grande maioria enfrenta fome, doenças, riscos de atropelamento, envenenamento e violência. Parte deles acaba nos já superlotados abrigos de animais ou em centros de controle de zoonoses (CCZs). Muitos morrem ainda jovens e poucos têm a sorte de ganhar um lar e uma família. E ao contrário do que muitos pensam, animais de raça também são vítimas do abandono. 

Castrar é a solução

A medida mais eficiente para controlar o crescimento das populações de cães e gatos é a castração, cirurgia que remove o útero e os ovários das fêmeas e os testículos dos machos. Além de evitar crias indesejadas, a castração também pode trazer diversos benefícios à saúde que aumentam a longevidade do seu animal, seja ele cão ou gato, macho ou fêmea, de raça ou SRD (sem raça definida). 

O ideal é castrar machos e fêmeas ainda filhotes, tão logo tenham recebido todas as vacinas - o que ocorre por volta do quarto mês de idade. Quanto mais precoce a castração, maiores são seus benefícios. "Já está provado que os animais não têm nenhum problema por conta da insuficiência hormonal", destaca o médico veterinário Jefferson Garotti (CRMV 6317), da Clinicanis, de São Paulo. 

Benefícios para as fêmeas 

A castração é uma prevenção efetiva contra doenças que podem colocar a vida das fêmeas em risco. A mais comum é o câncer de mama, desencadeado pela ação dos hormônios femininos a cada cio (período de receptividade sexual que ocorre normalmente a cada seis meses nas cadelas e a cada três meses no caso das gatas). 

"Mais de 20% das cadelas desenvolvem o câncer de mama se não forem castradas precocemente. Por quanto mais cios ela passa, maior é a possibilidade de a doença surgir", detalha Garotti. 

A castração das fêmeas previne também a pseudociese (gravidez psicológica) e a piometra (uma grave infecção uterina). Além disso, traz ainda a comodidade de evitar manchas de sangue pela casa na época do cio.

Vantagens para os machos 

A castração também é benéfica para a saúde dos machos, pois previne o surgimento de doenças como o câncer de próstata e elimina completamente a possibilidade de tumores nos testículos. 

Segundo Garotti, o principal benefício da castração dos machos está na prevenção e na melhora de comportamentos associados aos hormônios masculinos, tais como demarcação de território, agressividade por domínio sexual, hipersexualidade ou fugas em busca de parceiras para acasalamento. 

Machos castrados antes dos seis meses não desenvolvem comportamentos inconvenientes, como fazer xixi pela casa toda ou simular o ato sexual nas pernas das pessoas. 

Após essa idade, a castração ainda traz benefícios, porém, os comportamentos surgidos em decorrência da ação dos hormônios já terão se transformado em hábitos de difícil eliminação. "É impossível mudar a maioria dos comportamentos. O macho que já levanta a perna para fazer xixi vai continuar levantando", exemplifica Garotti. 

Mitos da castração

Vivemos numa sociedade machista e muitos homens resistem à idéia da castração dos pets do sexo masculino por acreditarem que eles se tornarão menos machos. "A castração não vai mudar o animal. Ele continuará sendo o que sempre foi", informa o médico veterinário.  

Muitos também acreditam que a castração levará o animal à obesidade. Para Garotti, essa é apenas uma meia verdade. "Existe sim a possibilidade de ganho de até 15% de peso em função das mudanças no metabolismo, mas a responsabilidade é do dono que disponibiliza alimento em excesso". Ração light e atividade física bastam para evitar que o animal castrado venha a engordar.


Anestesia e cirurgia

Todo e qualquer procedimento cirúrgico envolve o risco da anestesia, porém, já existe um método anestésico mais seguro. A anestesia inalatória (mistura de gás anestésico com oxigênio) permite o controle constante da dosagem com a rápida resposta do organismo e a significativa redução dos riscos em comparação com os anestésicos injetáveis. 

"Outra vantagem da anestesia inalatória é que ela leva o animal a um maior grau de relaxamento, facilitando a intervenção cirúrgica", explica Garotti. No casos das fêmeas, esse maio
r relaxamento é especialmente positivo, pois permite incisões bem menores para a retirada do útero e dos ovários. 

A cirurgia de castração demora cerca de 10 minutos nos machos e aproximadamente 40 minutos nas fêmeas. A maioria dos animais recupera-se em até quatro dias após a operação. Dependendo da técnica utilizada pelo veterinário, a incisão pode ser fechada com pontos plásticos internos que não precisam ser retirados. A outra possibilidade é suturar com pontos comuns, que normalmente são retirados sete dias após a cirurgia, encerra Garotti. (Por Nanci Corbioli)

Legenda/Foto: Médico veterinário Jefferson Garotti, da Clinicanis, de São Paulo.


Comentários
  • Avatar
    29/08/2014 16:11:38radiopodarok.ruAnônimo

    ????? ????? ? ??????, ??????? ????!

  • Avatar
    05/04/2014 17:04:05lucianoAnônimo

    minha cachorra escapou e quem encontrou entregou elas em uma ONG, eles querem castrá-las sem meu consentimento ( tenho interesse em ter filhotes dela), eles podem castralas sem meu consentimento?

  • Avatar
    16/12/2013 08:02:49ELIANAAnônimo

    Ola,castrei minha shitzu de 7 meses e ela esta tendo rejeicao aos fios que foram utilizados, ja fizeram a troca e agora entraram com medicaçao a base de corticoides. gostaria de saber se esse tratamento esta correto?

  • Avatar
    04/12/2013 21:18:26beatrizAnônimo

    minha cadela, mestiça esta com sete anos. foi castrada por estar com piometra. e normal sair da vagina uma secreçao amarronzada, pois ja tem quinze dias que operou. espero anciosa a sua resposta, obrigado.

  • Avatar
    19/09/2013 14:44:29FredericoAnônimo

    Tem veterinário aqui em Santos divulgando isso: "Castração precoce de gatos: conforto e segurança! Os gatinhos podem ser castrados aos 45 dias (machos ou fêmeas), quando a recuperação é bem mais rápida" É CORRETO?

  • Avatar
    12/08/2013 15:55:23RenataAnônimo

    Castrei minha gatinha Marry tem 4 dias no quarto dia ela soltou o ponto externo não abriu muito isso tem algum problema o que devo fazer ela não aceitou ficar com o colar.

  • Avatar
    14/07/2013 20:20:20monikaAnônimo

    castrei minha gata em 27/09/2012. agora ela esta com a barriga grande como se estivesse grávida e duas mamas estão parecendo que tem leite, gostaria de saber se é normal. embora ache que possa ser alguma doença.

  • Avatar
    27/06/2013 13:01:02RosangelaAnônimo

    Tenho uma maltês que está com 4 meses e pesa 1k e300g será que já está na hora de castrar ou ela ainda está muito pequena , ela é super agitada , corre a casa toda , preciso decidir logo . Obrigada pela atenção .

  • Avatar
    29/05/2013 19:59:25CristianeAnônimo

    Olá doutor, tenho uma cachorrinha de quase 6 anos, gostaria de saber até que idade deve-se castrar afim de evitar câncer e outras complicações? Me informaram que após 5 anos não tem muito garantia, essa informação procede? Grata

  • Avatar
    11/02/2013 22:55:05MarileiAnônimo

    Boa noite! Minha cadelinha já está no segundo cio.Para castrá-la é seguro ou já devia ter feito antes do cio começar.Ela está com 1 ano e 3 meses.Quanto custa para castrar?

  • Avatar
    16/01/2013 13:01:51ana carolina lopes de almeidaAnônimo

    Gostaria de saber se após a castração é normal a fêmea urinar e sair um poquinho de sangue. É ma espécie de limpeza do organsmo ou devo me atentar a isso?

  • Avatar
    14/01/2013 16:22:40LiaraAnônimo

    Oi, estou morrendo de medo de fazer, parece que algo ruim vai acontecer, a Linda é tudo pra mim, sei que tem muitos pontos positivos, porém, está dificil decidir, ela tem 4 meses e gostaria de saber o que me diz: a) em termos de saúde é aconselhável? b) com quanto tempo de vida? c) vai doer, e posteriormente, ela é muito agitada e morde tudo, tenho receio do seu comportamento com a barriguinha, ela ama q toquem na barriga?

  • Avatar
    09/01/2013 13:09:21gilaniaAnônimo

    posso castrar minha cachorra no periodo menstrual

  • Avatar
    14/12/2012 08:03:57JessicaAnônimo

    Dr, castrei minha cadelinha na quarta feira, no mesmo dia ela praticamente lavou a casa com urina devido ao soro mas acontece que ontem- quinta feira- ela nao urinou e nem defecou sendo que a agua estamos sempre incentivando ela a beber e comida ela ta se alimentando normal. O que devo fazer quanto a issso

  • Avatar
    31/10/2012 18:06:50MariaAnônimo

    a cachorrinha de minha mãe castrou ela tinha mais ou menos 9 anos, correu tudo bem na cirurgia assim o veterinário falou, todos os dias uma pessoa ia na casa para fazer os curativos, e dizia sempre que já estava sequinho que logo o médico já iria tirar os pontos e quando deu nove dias a cirurgia se abriu e saiu tudo para fora o médico socorreu colocou tudo para dentro e a levou para terminar o procedimento na clínica, mas ela não resistiu e morreu. Doutor agora me diga o que pode ter ocorrido para acontecer isso sendo que a pessoa que fazia o curativo dizia que já estava sequinho e já fazia nove dias da cirurgia. Será que foi cirurgia mal feita ? OBRIGADA MARIA

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.