SRZD


06/09/2012 18h04

Análise dos enredos 2013: Mangueira
Redação SRZD

Chegou o momento de analisar "Cuiabá: Um Paraíso no Centro da América!", o enredo da Mangueira para o Carnaval 2013, desenvolvido pelo carnvalesco Cid Carvalho.

Os blogueiros Cláudio Russo, Hélio Ricardo Rainho e Rachel Valença deram suas opiniões sobre o tema escolhido pela verde e rosa para o próximo desfile.

Confira no vídeo abaixo!

A próxima escola a ter o enredo analisado, seguindo a ordem dos desfiles, é a Beija-Flor de Nilópolis.

Assista:

Veja também:

- Análise dos enredos 2013: São Clemente


Veja mais sobre:MangueiraCarnaval 2013

Comentários
  • Avatar
    11/02/2013 17:42:19Ronaldo MiguelMembro SRZD desde 11/02/2013

    Sinceramente preferia ver falarem de Cuiabá fora do carnaval do Rio de Janeiro. Não acho que o Rio de Janeiro esteja merecendo falar de uma cidade maravilhosa como Cuiabá.

  • Avatar
    20/10/2012 23:48:57Pedrinho HgvMembro SRZD desde 20/10/2012

    Acho que deveriam analisar mais tem que ter uma critica concreta e a mangueira vem com um enredo fraco a Inocentes tem um enredo ate melhor que o da Verde Rosa e olha que esses enredos são todos fracos pra competir entre Unidos da tijuca , União da ilha , Salgueiro e São clemente que são escolas que acham que iram se destacar no ano de 2013 na sapulcai ...

  • Avatar
    20/10/2012 23:47:58Pedrinho HgvMembro SRZD desde 20/10/2012

    Acho que deveriam analisar mais tem que ter uma critica concreta e a mangueira vem com um enredo fraco a Inocentes tem um enredo ate melhor que o da Verde Rosa e olha que esses enredos são todos fracos pra competir entre Unidos da tijuca , União da ilha , Salgueiro e S ão clemente

  • Avatar
    18/10/2012 11:41:05Daniel Cantanhede Portal CantanhedeMembro SRZD desde 18/10/2012

    Finalmente, saiu o samba vencedor para o Carnaval de 2013 da Imperatriz, cujo enredo fala do meu Estado: o Pará. QUE VERGONHA o samba escolhido. Primeiro começa com o famigerado LALALALALALALALALALALALALALALALALALALALA LALALA...A letra não fala das coisas do Pará, como está na SINOPSE e Glossário. Letra com rimas pobres (Classes gramaticais iguais). Fala de Ciranda, coisa que no meu Estado não se usa há milhões de anos. Não fala das festas e folclores que são abundante nesta terra. Refrões abaixo da crítica, os quais não vão empolgar ninguém. A melodia é de um corriqueirismo marcante, pois não há mais como criar-se lindas melodias nos sambas cariocas. Além de tudo, na letra não se viu um toque de poesia, tudo muito bruto, feito no maior despreparo dos autores. A culpa do rebaixamento dessa escola (que vai acontecer) não será por causa do enredo, e sim por causa do samba BUNDA-LELÊ (OU melhor, desse samba bosta). Seria melhor que se classificasse o samba do Jeferson... Sei que o samba apresentado pelos autores do Pará não teria chance em vista do bairrismo que existe nessas plagas do Rio. Claro que eles não gostariam de perder para os compositores daqui do Norte. Mas o samba tem letra e sabedoria, tem cultura, tem pesquisa, tem amor... Será um desfile comum, talvez, até, monótono, com sério risco de ser rebaixada e nunca mais voltar ao primeiro Grupo. Resumindo: O samba escolhido é uma DROGA, o que é marca registrada do Rio de Janeiro.

  • Avatar
    17/09/2012 13:00:15Quinha da portelaMembro SRZD desde 28/01/2012

    kkkkkkkkkk,O que eu mais acho engraçado é que se a Beija Flor fala do Amigo Fiel,reclamam que está errado,porque o Amigo fiel é o cachorro.Ai você vê que o cara não leu nada sobre o enredo.A Mangueira fala de Cuiába,reclamam porque é um enredo cep,mesmo ninguém ter falado de Cuiába,lugar que muito pouca gente conhece.A Imperatriz fala do Pará,reclamam porque tambem é um enredo cep e já foi explorado.Ai mais uma vez se vê que não leram o enredo,pois,é totalmente diferente do que já foi visto.A Grande Rio falando do petróleo que estão tentando garfar da gente,Tá errado porque tambem é um enredo patrocinado.Aí você vê,a escola tentando abrir os olhos do Brasil e do mundo prá sacanagem que querem fazer com o Rio e o cidadão preocupado se o enredo é patrocinado ou não.Enfim,opinião é igual a bunda cada um tem a sua,ninguem aqui é pai de santo ou vidente prá sabermos o que vai acontecer no fim do tunel,é esperar prá ver.Temos que parar com essa História qua a escola não pode ter enredo patrocinado,cep.ou seja lá o que for.Cada escola sabe da sua necessidade e o que é bom prá ela desde o momento que faça um bom trabalho e alcance seu objetivo.fica a dica,que todas apresentem o melhor daquilo que se propuseram.Tem pessoas que deveriam dar um pulo na cidade do samba na época do carnaval prá ver como funciona,prá ter um pouco mais de sensibilidade e ver que as vezes a escola tem que procurar realmente um patrocinio.Um abraço e Valeu!!!!!

  • Avatar
    15/09/2012 16:07:04luis ricardo fernandesMembro SRZD desde 27/01/2012

    Minha opinião é a mesma dos outros amigos desta página, não consigo entender a má intenção de crucificar a Mangueira, será que falar do Amapá é mais fascinante como fez a Beija-Flor,ou da Bahia como fez a Portela ou será que as pessoas que estão comentando tem alguma coisa contra a Verde e Rosa.Gente Cuiabá é Maravilhoso em todos os aspectos será com certeza um ótimo enredo,é patrocinado e qual que não é.quantos a beija flor já trouxe e ninguem falou nada engoliu com pedra e sabão.vamos ser mas imparcial e não escolher a escola para crucificar.

  • Avatar
    15/09/2012 02:39:03FOLIÃO RJMembro SRZD desde 27/07/2012

    Não sou MANGUEIRENSE...... Mas fiquei sem entender uma coisa. Porque desceram o pau no enredo da MANGUEIRA,por falar de uma cidade,de um local. Mas rasgaram elogios ao enredo da IMPERATRIZ,que também fala de um local,seja ele ciadde,estado ou o que for... As duas escolas falam de um lugar.... Uma é criticada demais... A outra foi super feliz na escolha..... Alguém pode me explicar??? Mas seja imparcial,por favor.... Não façam como eles.....

  • Avatar
    13/09/2012 15:36:53jose luis brito da silvaMembro SRZD desde 09/02/2012

    Acho que os "Blogueiros" deveriam ser imparciais em seus comentários, pois vendo as análises do Temas de Enredeo das fica nítida a simpátia por algumas escolas. Não concordo com a exposição sobre a Estação Primeira de Mangueira, pois não é a primeira e nem vai ser a última escola em ter um tema patrocinado. Vamos respeitar a tradição que esta escola tem dentro do cenário do Carnaval do brasileiro. Mangueira é o berço do samba, é a casa de ilustres baluartes da música e da cultura nacional. Respeitem está bandeira que tantas vezes foi campeã, por que quando a Estação Primeira entra na avenida todos os torcedores de qualquer escola aplaudem o seu pavilhão e se emocionam ao vê-la desfilar na Marquês de Sapucaí!!! A escola vem passando por inúmeros problemas nos últimos anos, todavia vamos dar um voto de apoio para a escola de samba mais amada do planeta.

  • Avatar
    13/09/2012 12:50:12marcelo ferreira alvesMembro SRZD desde 07/04/2009

    agora virou moda falar mal da manguerira!pow se foce a belja- flor falando de cuiaba,ninquem iria falar nada.mais é a mangueira vamos baixar o pau!se a manguerira vinhece com um enredo com um thor decendo no raio e trovão ai sim seria um bom enredo fala sério!

  • Avatar
    13/09/2012 11:18:45AndréMembro SRZD desde 31/07/2009

    Como diz o filósofo: o pior cego é aquele que ñ quer ver - ou finge ñ ver. Esse enredo da Mangueira entrou pra galeria dos piores. Os torcedores mangueirenses fogem da realidade... é fanatismo demais. O enredo ñ combina com a escola e pra piorar, o Cid Carvalho é mto fraco. Acho suas fantasias e carros um fiasco, uma confusão só. Ñ dá pra acreditar que a escola ficará entre as primeiras com tantos problemas - a começar pela administração.

  • Avatar
    13/09/2012 07:13:26ROBERTO VIOTTIMembro SRZD desde 20/03/2012

    Como é possível que o povo que diz gostar de carnaval fiquem calado com a descarada censura feita a análise do enredo da Beija Flor?! Respeito e amo sinceramente todas as escolas que façam carnaval. Mas amo ainda mais o jornalismo isento de qualquer forma de censura. Pena que uma coisa assim tão boa para o mundo do samba não seja livre. Será que o site tem medo do pessoal da baixada?!

  • Avatar
    12/09/2012 06:20:08RicardoMembro SRZD desde 23/11/2011

    NÃO SEI QUEM É O RESPONSÁVEL DA PARTE DE CARNAVAL DESTE SITE, MAS PARECE QUE ELE OU ELES CONSEGUIRAM QUE É A DIVULGAÇÃO DO MESMO, COM A POLÊMICA DESTAS ANÁLISES DE CARNAVAL, ANTES DE ACONTECER TUDO. PAIXÃO É UMA COISA QUE NÃO SE EXPLICA, MAS LI ALGUMAS COISAS E CONCORDO COM ALGUMAS OUTRAS NÃO. PESSOAS QUE SE DIZEM ACIMA DO BEM E DO MAL. ME DESCULPEM, MAS HOUVE SIM UM CERTO DEBOCHE À RESPEITO DE CUIABÁ E MANGUEIRA. O QUE MAIS ME CHATEIA É QUE A MANGUEIRA SEMPRE TEM QUE VIR DAQUELA MANEIRA, SE NÃO VEM, É CRITICADA. QUANDO DESFILA DAQUELA MANEIRA É CRITICADA PORQUE NÃO ESTÁ MODERNA, NÃO FEZ ISSO OU AQUILO. POR EXEMPLO: SE DESFILAR DE VERDE E ROSA É CRITICADA POR USAR EM EXCESSO O VERDE E ROSA. SE DESFILAR MULTI-COLORIDA É CRITICADA POR NÃO USAR O VERDE E ROSA. POMBAS, POR QUE ESTA PERSEGUIÇÃO? VOCÊS DO SITE, EM VEZ DE ANALISAR ANTES, PROMOVAM UM DEBATE COM OS CARNAVALESCOS OU PRESIDENTES SOBRE O ENREDO DE CADA ESCOLA. AÍ SIM PERGUNTEM O QUE QUISEREM DESTAS PESSOAS PARA QUE AÍ SIM, TODOS NÓS SABERMOS OU TERMOS UMA IMPRESSÃO QUAL A PROPOSTA DE ENREDO E NÃO É FAZER UM PRÉ-JULGAMENTO ANTES DO DESFILE, POIS ACHO UMA SACANAGEM COM AS AGREMIAÇÕES

  • Avatar
    11/09/2012 09:31:43Duquesa Dholores ArrudaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Embora vivamos num país cuja constituição, carta magna da nação, nos garanta total liberdade de expressão, na prática ouvimos vozes dissonantes que apostam numa arrogante postura antidemocrática por desejarem amordaçar quem expõe de maneira destemida suas avaliações. Nesse sentido, eu bato um aprauso fuderoso aos brogueiros (com exceção do Russo, que não passa de um joga confetes). Em nenhum momento, em momento algum, os dois analistas achincalharam a instituição ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA. Ao contrário de certos comentaristas, dúbios em suas postagens e incoerentes em sua postura analítica, os brogueiros se colocaram com clareza contra o enredo... O ENREDO, tão somente! Mangueira, ao contrário dos tendenciosos de prantão, foi reverenciada como uma instituição singular da nossa cultura popular. O fato de Mangueira merecer respeito (e foi respeitada enquanto instituição) não significa aos amantes dessa arte genuinamente carioca se submeter aos surtos de administradores piniqueiros que subjugados aos ditames dessa impostura comercial-marqueteira que tomou conta da festa, preferem aniquilar a identidade das escolas por conta das verdinhas comerciais. O grande pobrema estabelecido nessa era nefastamente mercenária está estabelecido entre dois fatores: FORMA E CONTEÚDO. Algumas escolas hoje primam pela axuberância volumétrica de material como ferramenta de convencimento dos seus carnavais. Suas alegorias enormes e cheias de bagulhos caríssimos, passa ao público uma falsa impressão de beleza estética, riqueza, ostentação. Apesar dos altos investimentos, nem sempre conseguem uma prástica perfeita. A FORMA demasiadamente engalanada esconde o X da questão: CONTEÚDO.

  • Avatar
    11/09/2012 09:28:26Duquesa Dholores ArrudaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Hoje, uma percentagem muito alta desses enredos pinicados (leia patrocinados) não dispõe de elementos convincentes. São mequetrefes. Superficiais em suas descrições (leia sinopse). Não possuem argumentos importantes registrados pela história. Alguns deles são tão ridículos que jamais seriam cogitados caso não fossem atrelados ao polpudo pinico cheio de bufunfa. Foi sobre esses dois temas importantíssimos que os brogueiros se referiram. Eles se indagam se Cuiabá se encaixará no estilo Mangueira de ser. Sim, porque Mangueira tem passado, tem história, tem DNA, faz questão de guardar essas reminiscências pra se auto-afirmar como instituição. Se caso a Manga perder suas características mais marcantes, ela será jogada na vala comum da cultura, assim como umas e outras chafurdam e cada vez mais afunda no lamaçal do comunismo (na lama, todo mundo aparece sujo, a lama não permite que se identifique quem é quem). Na lama todos são uniformes. Se saírem desse lamaçal, levarem uma “mangueirada” d’água limpa, logo mostrará seu verdadeiro perfil. Uma escola não precisa viver refém de certos perfis, mas também não precisa abrir mão de seu patrimônio institucional em nome duma visão mercenária usurpadora cultural. Repito: não sei se Cuiabá poderá oferecer a Estação Primeira elementos para que ela nos ofereça algo interessante em termos de desfile. Manga já fez enredos CEP. Fez com maestria até. Em 2001 desenvolveu um enredo belíssimo sobre um país oriental (Síria). Em 2002, foi campeã com uma pequena ajuda financeira do Ceará. Em 2003 realizou um brilhante carnaval falando do povo Judeu. Aliado ao bom conteúdo narrativo observados nesses 3 desfiles, Manga teve um desempenho criativo em termos de prástica.

  • Avatar
    11/09/2012 09:28:03Duquesa Dholores ArrudaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Após 2004, com um carnaval milionário pinicado pela Eletrobrás, Manga nunca mais conseguiu o desempenho citado. E não conseguiu porque não soube mais escolher seus enredos. Com exceção de Nelson Cavaquinho, Manga tá nos devendo desfiles de excelência. Enredos de excelência independem de dinheiro em demasia. Passa pela reflexão feita por Oswaldo Jardim quando assumiu o Império: Serrinha, o que queres para o próximo carnaval? Mais eu quero mermo é ser coerente (como sempre fui) nesse espaço. Quando Manga apresentou seu enredo eu dei meu veredito favorável por reconhecer que essa escola passa por um probrema financeiro sério, por isso, se faz necessário pinicar. É a única escola, ao menos esse ano, que eu aceito a pinicaria como forma de amortizar um pouco as dívidas herdadas desde administrações passadas. Caso não faça isso, veremos essas mermas pessoinhas que hoje exige respeito pela escola xingar ela de “bloco de lixo”, carniça e coisas parecidas, assim como fazem desde o carnaval 2009 quando a escola realmente apresentou uma prástica sofrível. Considero Cuiabá um conteúdo frágil. Dificilmente veremos nesse enredo CONTEÚDOS interessantes para desenvolver um enredo criativo, inovador, incomum. Quanto a forma, também não creio que o carnavalesco atual resolva alguma coisa nesse aspecto. Excessivamente rebuscado, a FORMA impressa por ele nas alegorias e fantasias são cafonas e de difícil leitura.

Comentar