SRZD


12/07/2012 14h02

Menino de 9 anos morre em ritual macabro em Pernambuco
Redação SRZD

Flânio da Silva Medeiros, de 9 anos, foi encontrado decapitado e com sinais de violência sexual em São Domingos, município de Brejo da Madre de Deus, em Pernambuco.
Segundo investigações da Polícia Civil, a criança foi atraída por um casal contratado por um místico para entregar uma criança para um ritual macabro. O menino fora amarrado e abusado antes de ser morto. Moradores do município de São Domingos cercaram a delegacia esperando maiores providências.
O casal Genival Rafael da Costa, de 62 anos, e Maria Edleuza da Silva, de 51 anos, confessou a participação no crime, afirmando ter sido contratado por uma pessoa que utilizaria a criança como uma oferenda satânica. Eles receberam R$ 400,00 pelo combinado e disseram que o menino teve um pano em volta do pescoço que foi apertado como um torniquete.
Flânio morava no município vizinho de Santa Cruz do Capibaribe e estava desaparecido desde o dia 1º, quando havia saído para trabalhar em uma feira carregando compras em um carrinho de mão. O menino foi visto pela última vez com o carrinho cheio na frente de um homem com uma bicicleta. Outros dois suspeitos foram presos nesta quarta-feira. Ednaldo Justo dos Santos, 33 anos, e Edilson da Costa Silva, 31 anos, participaram do crime.
O menino foi encontrado com roupas que não eram da criança, velas, garrafas de bebidas alcóolicas, bonecos de pano e representações do sol e da lua. O delegado Antônio Dutra agora busca o místico que contratou o casal.
Uma pequena multidão cercou a delegacia após a informação de que os autores do crime foram presos. Os presos foram transferidos, mas isso não diminiu a pressão popular. A população ao redor arremessou pedras na delegacia, um carro de polícia foi incendiado e outro teve o pára-brisas quebrado. A casa do casal foi destruída e seus objetos foram utilizados como combustível para uma fogueira. A polícia do município pediu reforços em Caruaru, outro município de Pernambuco.

Leia também:
- Menino de cinco anos sequestrado no interior do Maranhão é libertado


Comentários
  • Avatar
    04/08/2012 18:29:28Pedro GonçalvesAnônimo

    Moret, você deveria estudar mais, pois se assim procedesse, saberia que as religiões de matriz africanas não procedem desta maneira. O Candomblé e a Umbanda NÃO utilizam em seus rituais sacrifícios humanos. O problema é que tem gente que faz essas atrocidades e se colocam como sacerdotes destas religiões. Todas as entidades que você citou aí, inclusive Yemanjá, Zé Pilintra e os Exús são seres sagrados e que só auxiliam os seres humanos que neles acreditam. Então, eu aconselho você estudar mais um pouco antes de sair falando, até mesmo para evitar problemas judiciais... Um abraço.

  • Avatar
    28/07/2012 16:49:27lucileneAnônimo

    que deus cuide desse anjinho ....fico horrorisada com isso esse tipo de crime deveria ter pena de morte...

  • Avatar
    12/07/2012 22:24:30MoretAnônimo

    Esta é uma das provas sobre o que macumbeiros, candomblecistas, adeptos da quinbanda e de outras religiões afro tentam negar. Infelizmente, estas e outras religiões que praticam a magia negra fazem rituais macabros nos quais oferecem sacrifícios humanos aos demônios, seres adorados pelos adeptos de tais religiões, os quais para eles tem outros nomes como yemanjá, zé pilintra, tranca-rua, exu caveira, pomba-gíria, etc. A verdade é que muitas crianças desaparecidas são oferecidas à satanás nestas e noutras religiões afro. Moret

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.