SRZD

Professor que atirou em vizinhos presta depoimento em SP

Redação SRZD | Brasil | 13/04/2012 12h43

O professor de ciências e arqueólogo amarador João Tadeu Arruda, de 62 anos, se entregou nesta sexta-feira, na delegacia de General Salgado, em São Paulo, local onde ele teria atirado em seus vizinhos. Um homem morreu e o outro ficou com a bala alojada.

O suspeito prestou depoimentos e disse que pediu para que os vizinhos parassem uma discussão, o que fez com que cerca de trinta homens invadissem sua casa. Ele afirma que tentaram virar o carro que ele dirigia e que precisou atirar para se defender.

O delegado informou que João Tadeu Arruda possui outros boletins de ocorrência registrados por perturbação por som alto. Ele será indiciado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado. Ainda não foi decretada a prisão preventiva.