SRZD



Sergio de Castro

Sergio de Castro

Formado em jornalismo, se especializou em economia e trabalhou em rádio, agência de notícias, jornal, revista e TV. Mas sempre gostou de observar pessoas e comportamento. Mesmo na cobertura de economia, abusa do texto leve e bem humorado.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



23/05/2013 00h00

Sete anos?
Sergio de Castro

Cheguei há bem pouco tempo aqui no SRZD. Mas conheço o Sidney há... Caramba...Já tem tudo isso?

Foi literalmente no século passado. Redação de uma emissora de rádio que ainda seria algo... A tal "Central Brasileira de Notícias" começava a ganhar forma. Ia entrar no ar em outubro. Sidney fazia os "pilotos" aqui do Rio. Eu era "foca", ainda na faculdade, aprendendo na marra como seria fazer uma rádio que só tocaria notícia. Foi fácil... Sidney "pilotava" aquilo com os pés nas costas. E eu - fã antes de tudo - aprendia por repetição, tal qual um cachorrinho sendo adestrado...Tentava não tietar descaradamente... Impossível! Não há como não tietar o Sidney. Até hoje. Passados (tem que falar???)

O que aprendi de mais importante - e essa marca o Sidney deixa em todos os lugares por onde passa - é que é possível ser sério sem ser sisudo. É possível falar de assuntos áridos sem perder o humor.

Que bom fazer parte disso. Me sinto privilegiado.

Ih, mas é pra falar dos sete anos? Ah, vida longa ao SRZD!

BANZAI!



13/05/2013 15h07

Aniversário

Tem gente que divide o período de férias. Tira duas vezes por ano: 15 e 15 dias.
Eu queria dividir o dia do meu aniversário. É tanto carinho, que não cabe num dia só. Desde pequeno, ou melhor, desde criança, adoro o meu aniversário. Conto pra todo mundo. Eu avisava na rua: moço, hoje é meu aniversário. Espevitado. Boa coisa não poderia sair dali...
Neste aniversário de 2013 em especial, foi mágico. Amigos de carne e osso que vieram abraçar e beijar. Amigos virtuais que mandaram mensagens. Amigos dos pais que lembraram, parentes, colegas... Até pessoas que a gente não tem muita ligação.
Vou ser beeeeem piegas (e fodam-se os que acharem piegas), e vai ser a última vez que se fala de idade aqui tbm.
Essa idade que passou - 43 anos - foi FODA! Pro bem e pro mal. Fiz coisas que não gostaria de ter feito. Fiz coisas que precisavam ser feitas. Perdi coisas e pessoas e me livrei de coisas e pessoas. De palhaço e sem noção, fui apresentado a uma coisa chata pra caralho, chamada depressão. Porra, como uma pessoa com tão bom humor, tão espirituoso (euzinho) pode ter depressão? Pois é. Aconteceu.
Mas sou FODA e tenho amigos FODAS. Tenho uma mãe que tem pouco mais de um metro e meio (com exagero), mas que é FOOOOOOOOOOOOOOODA demais. Tenho uma tia, irmã da minha mãe (tia Sueli) que é igualmente FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOODA. Tenho uma anja Simone que é minha irmã gêmea e me conhece pelo avesso. Tenho um irmão que a vida me deu de presente, Carlos, que continua gostando de mim mesmo tendo me aturado diariamente durante nove anos. Tenho tanta gente... Meu amigos-irmãos-pais-e-mães do budismo, que tantas vezes só faltaram me carregar no colo.
Enfim, essa viadagem toda é pra dizer que chego aos 44 (e não se fala mais nisso) com apenas uma memória do que foi a parte ruim do último ano. Pra dizer que quero dividir meu aniversário em duas partes pra poder receber duas vezes por ano todo esse carinho. E pra dizer que meus amigos são FODAS mesmo. E que sou piegas e vou continuar sendo. É coisa da idade...



12/03/2013 22h42

Salvem os pandas

Acabo de ler uma mensagem de uma pessoa comparando a Gretchen com a Cher por causa das filhas lésbicas. Aviso que um panda acaba de cometer suicídio na China depois dessa comparação...
Cadê o Greenpeace??????

 


2 Comentários | Clique aqui para comentar

12/03/2013 20h38

Habemus Papam?

O que colocaram no forninho da Capela Sistina pra fumaça ficar tão preta? Cremaram  cardeal, meu pai??? Vamos providenciar uma recontagem...


1 Comentários | Clique aqui para comentar

06/03/2013 02h11

Voltando aos poucos

Completou um mês desde o acidente com a moto. Já estou com o movimento do ombro esquerdo quase todo recuperado... Quer dizer, tô exagerando. Mais ou menos recuperado. Ainda tenho hematomas, dói... Tirar ou vestir a camisa, por exemplo, ainda leva mais de dez minutos. Mas a recuperação tá sendo legal.

Fiquei pensando sobre medos. Assim que eu me vi no chão, com a moto em cima de mim, o primeiro pensamento foi: vou vender esta merda. Durou dois dias esse pensamento. Cheguei a fazer um anúncio. Mas passado o susto, passou também a vontade de vendê-la. Tenho vários outros medos - mas nem vou ficar falando porque vai virar um papo cabeça demais e tenho horror de virar uma Martha Medeiros do mundo gay.

Mas os medos estão aí pra serem encarados. Tem que ser macho. Macho inclusive pra ver que o medo é maior que você e chega uma hora que é preciso pedir ajuda. (Não, não vai virar um papo cabeça).

Com a moto, por exemplo. A danada não sofreu um único arranhão. O único ferrado fui eu. Ela é que deveria querer me vender... Ela tá boazinha. Comecei a ouvir histórias bizarras de pessoas que se fu bonito ao serem atropeladas por bicicletas na ciclovia. Aliás, tá uma merda andar na ciclovia. Essas bicicletas do banco orkutizaram a ciclovia... Um horror.

Escrevi, escrevi e não falei nada... Falei sim, tô voltando. Querendo contar histórias. Conforme formos ficando mais amigos, conto mais...

By the way, adorei a saída da gralha da Maroca. CHATA PRACARAY!!!!!!

Bom, té logo...


2 Comentários | Clique aqui para comentar

07/02/2013 22h38

Cuidado, feromônios no ar

Como alguns amigos sabem, estou me recuperando de um acidente de moto. Coisa boba, mas que ferrou meu ombro esquerdo (e sou canhoto). Hoje fui fazer fisioterapia e depois resolvi dar uma esticada até a praia.

Caramba, o carnaval começou DE FATO! Bloquinho e gente feia fantasiada pela rua eu já tinha visto. Mas hoje, vi que os feromônios sexuais já estão completamente carregados. Todo mundo querendo cruzar. Uma maravilha.

Tem pra tudo que é gosto. Mulher querendo homem; mulher querendo mulher; homem querendo mulher; homem querendo homem; ambos querendo ambos.. Uma festa. 

Daí me deu uma saudade do Chacrinha... Sempre tinha uma marchinha. Lembrei, claro, de "bota a camisinha, bota meu amor! Hoje tá chovendo, não vai fazer calor..."

E de várias outras que, hoje, infelizmente, graças ao câncer do politicamente correto, não poderiam ser cantadas como "esse menino é gay" ou "Maria sapatão"... Ah, como éramos mais engraçados e felizes...

Mas é Carnaval! Se dirigir não beba e se for cruzar, não esqueça a camisinha. É o mal necessário... Quem chupa "bala com papel" chupa a bala mais tempo. E vai poder chupar muitas outras balas em muitos outros carnavais...

Ah, e se estiver apertado, não faça xixi na rua!!!! Lembrem da cara da Gaby Amarantos olhando pro seu "amiguinho" que a vontade passa. Passa mesmo e tem efeito prolongado. Mas se ficar sem mijar mais de uma semana, procure um médico.

Ah, e se for sair de moto, não esqueça o capacete.


3 Comentários | Clique aqui para comentar

04/02/2013 17h15

Armário volver

Ah, eu não vou pro céu mesmo, então foda-se.

Me liga agora um(a) consultor(a) da editora Abril me oferecendo um mega desconto pra eu assinar uma revista pq já sou assinante de outros três títulos blá blá blá, whiskas sachê.

JURO que eu não sabia o que estava do outro lado: "he" ou "she". Tratei o tempo todo com respeito, mas como sendo" it".

Deni Navarro me contou uma história de um amigo que recebeu uma cantada de um operador de telemarketing de uma empresa de telefone celular. Achei meio bizarro, meio improvável.

Mas eis que "it" me passa uma cantadinha: "que pena não termos uma revista então para o senhor, Sergio Ricardo (é, sou Sergio Ricardo mas para de rir. Foco!). Gostei muito de você e queria oferecer algo bom. Posso deixar meu telefone CELULAR para o caso de mudar de ideia, ou se quiser bater um papo outra hora?", e me disse o nome. "It" é "he". CARALEO, que vozinha de moça.

Na boa.... Sou um senhor em recuperação de um trauma pós-acidente.

Vê como estão abusados? É a inclusão digital que tá fazendo isso...

Mocinho, volte para o armário e saia quando estiver mais maduro. Tio Sergio agradece. E quando sair do casulo, até pode rolar um telefonema. Mas antes disso, não me cataboliza, por favor.

 

Oremos.

 


3 Comentários | Clique aqui para comentar

02/02/2013 17h33

Fora de combate

Hey, amigos, tudo bem?

Me acidentei  com a moto e tá difícil digitar sem usar a mão esquerda (digitar entre outras coisas...)

Mas hoje mesmo conto a epopeia.

 

até já!!!!



24/01/2013 21h09

Esse menino tá muito macho....

Testosterona pura esse Justin... A gente chega a ovular de emoção...

Justin Bieber teria zombado de mulher e cuspido na sua água em academia, diz site


4 Comentários | Clique aqui para comentar

24/01/2013 21h04

Comporte-se! você está no banheiro

Não há nada mais chato e constrangedor que encontrar um amigo conversador num banheiro. Mulheres, geralmente, curtem ir ao banheiro em bando (elas seguram as mãos umas das outras pra evitar contato com a privada?). Com homem não é assim. Banheiro não é lugar pra bater papo. Há vários sites com a etiqueta necessária para uma boa convivência no mictório. Este vídeo, que está no Youtube, é bem didático.

 

Por isso, não bata papo... Hoje foi mega desagradável. Morrendo de vontade de aliviar a bexiga e uma pessoa começa a puxar assunto (e nem era cantada... Não era um M.R., entende?). O cara só queria conversar... Putz... IMPOSSÍVEL fazer qualquer coisa nesta situação. O líquido solidifica na bexiga. Então, por favor, vamos evitar essa socialização...


3 Comentários | Clique aqui para comentar

23/01/2013 16h31

Ai meu olho

Boa tarde pra você que chegou da academia todo suado e com a lente de contato incomodando (por causa do suor). Visão turva e tudo o que você quer é o colírio. Mas deus é bom e você vê um borrão em formato de bujaozinho ao longe. Corre. Pinga. E descobre que era novalgina.

Beijo.


3 Comentários | Clique aqui para comentar

22/01/2013 18h33

Parem as rotativas

18:20, na home da Folha:

Simony está namorando - parece que o menino não é presidiário.

Shakira já está na maternidade.

Preta Gil perdeu seis quilos.

 

Quem lê tanta notícia?


3 Comentários | Clique aqui para comentar

22/01/2013 17h17

Cuidado com o (b)mi(l)au.

Amigos do sexo masculino que têm gatos (felinos) em casa: muito cuidado! Hoje passei por uma situação de quase morte.  

Cheguei em casa, depois da academia, e, como sempre, tirei a roupa suada e fui preparar algo pra comer antes de tomar banho. Como moro sozinho, nunca foi um problema ficar sem roupa. Mesmo sabendo que alguns vizinhos olham lá pra casa (eu também me olharia, by the way (pode parênteses dentro do parênteses? A propaganda é a alma do negócio)).

Voltando à cozinha... Estava usando o liquidificador, preparando um suco, quando um dos gatos tentou me decapitar. Ou capar. Não sei qual verbo usar... Foi tudo muito rápido: ele pôs as garras pra fora e mirou no dito cujo (gato adora caçar coisas que balançam). Fui mais rápido e, num reflexo de um ninja, pulei pra trás. 

Foi uma sensação de quase morte. Minha vida toda passou na minha frente naquele centésimo de segundo do salto pra trás... Graças a todos os deuses do Olimpo estou aqui, inteiro. 

Mas fica a dica: quem tem gato em casa não pode ficar sem cueca.

Oremos!


5 Comentários | Clique aqui para comentar

22/01/2013 02h10

TOC

O problema de ter TOC: estou morto depois de um dia de trabalho mas não consigo parar de ver Game of Thrones.

Oremos!


1 Comentários | Clique aqui para comentar

21/01/2013 22h09

Conselho de mãe

Família é tudo! Conselho que acabo de receber de minha tia e de minha mãe:

"Sergio, é melhor ser babá que ser enfermeiro. Pense nisso".

Eu obedeço!