SRZD



Ana Carolina Garcia

Ana Carolina Garcia

CINEMA. Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



01/07/2015 17h46

‘Steve Jobs’ ganha trailer oficial
Ana Carolina Garcia

A Universal Pictures divulgou nesta quarta-feira, dia 1, o trailer oficial de "Steve Jobs" (Idem - 2015), dirigido por Danny Boyle e protagonizado por Michael Fassbender.

Foto: Divulgação

De acordo com a sinopse oficial, o longa é baseado na obra homônima de Walter Isaacson e mostra os bastidores da revolução digital, prometendo apresentar um retrato bastante intimista do fundador da Apple.

Ainda sem data de lançamento definida no Brasil, "Steve Jobs" ainda tem em seu elenco: Seth Rogen (Steve Wozniak), Jeff Daniels (John Sculley), Kate Winslet (Joanna Hoffman), Katherine Waterston (Chrisann Brenna), entre outros.

Assista ao trailer oficial:



30/06/2015 01h15

‘Minions’ tem a maior abertura para uma animação no Brasil
Ana Carolina Garcia

No trailer oficial de "Minions" (The Minions - 2015) vemos o primeiro mestre dos amarelinhos, um T-Rex, despencando. Isso muito antes de Gru (voz de Steve Carell), lá na pré-história. No filme os Minions foram capazes de derrotar, mesmo que acidentalmente, um grande dinossauro. E, em seu final de semana de estreia, eles fizeram o mesmo, tirando "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" (Jurassic World - 2015) do topo das bilheterias brasileiras, levando 1,45 milhão de pessoas aos cinemas e obtendo uma arrecadação de mais de R$ 22 milhões, a maior abertura do país para um filme de animação.

Foto: Divulgação

Spin-off da franquia "Meu Malvado Favorito" (Despicable Me), o longa dirigido por Pierre Coffin e Kyle Balda era uma das produções mais aguardadas deste ano, tanto por adultos quanto por crianças, graças ao carisma inegável de seus protagonistas.

"Minions" ainda não estreou no mercado americano, onde "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" continua reinando absoluto. Com produção-executiva de Steven Spielberg e direção de Colin Trevorrow, o longa é a grande surpresa do ano e já ultrapassou US$ 500 milhões nas bilheterias domésticas, tornando-se a quinta maior arrecadação da história nos Estados Unidos. De acordo com o The Hollywood Reporter, o filme está atrás somente de "O Cavaleiro das Trevas" (The Dark Knight - 2008) com US$534.9 milhões; "Os Vingadores - The Avengers" (The Avengers - 2012) com US$623.4 milhões; "Titanic" (Idem - 1997) com US$658.7 milhões; e "Avatar" (Idem - 2009) com US$760.5 milhões.

Enquanto a Universal Pictures comemora o sucesso de seus dois filmes, a Paramount se prepara para o principal lançamento desta semana, outro longa bastante aguardado pelo público: "O Exterminador do Futuro: Gênesis" (Terminator Genisys - 2015), de Alan Taylor - sim, o filme é ótimo e Arnold Schwarzenegger ainda tem fôlego para encarar a concorrência.

Leia também:

- Dica: "Minions"

- Dica: "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros"



25/06/2015 20h13

Confira o cartaz oficial de ‘Missão Impossível 5’
Ana Carolina Garcia

A Paramount Pictures divulgou nesta quinta-feira, dia 25, o cartaz oficial de "Missão Impossível - Nação Secreta" (Mission: Impossible Rogue Nation - 2015), quinto longa da franquia produzida e protagonizada por Tom Cruise.

Foto: Divulgação

Dirigido por Christopher McQuarrie, o longa mostra o agente Ethan Hunt (Cruise) e sua equipe assumindo a arriscada missão de erradicar uma organização criminosa internacional, chamada de Sindicato, comprometida a destruir a IMF e com tantas habilidades quanto o time de Hunt.

"Missão Impossível - Nação Secreta" chega aos cinemas brasileiros em 13 de agosto.

Leia também:

- Paramount divulga novo trailer de ‘Missão Impossível 5’

Confira o cartaz:

Foto: Divulgação



25/06/2015 19h51

Dica: ‘Minions’
Ana Carolina Garcia

Um dos filmes mais aguardados do ano entra em cartaz nesta quinta-feira, dia 25: "Minions" (The Minions - 2015), spin-off da franquia "Meu Malvado Favorito" (Despicable Me), iniciada em 2010.

Foto: Divulgação

"Minions" não é um filme perfeito, pois seu roteiro apresenta um probleminha de ritmo após a chegada das criaturinhas amarelas à Londres, mas vale a pena ser assistido porque recupera o fôlego rapidamente e volta a empolgar a cada trapalhada de seus protagonistas.

Com direção de Pierre Coffin e Kyle Balda, o longa tem uma sequência de abertura hilária, capaz de fazer a plateia chorar de rir, independente da idade; assim como as diversas referências aos anos de 1960, como a chegada do homem à Lua e o sucesso dos Beatles.

Então, fica a dica: assista "Minions"!

Leia também:

- Crítica - ‘Minions’: diversão garantida para toda a família

Assista ao trailer oficial dublado:



25/06/2015 19h23

‘Velozes e Furiosos 7’ se torna a terceira maior bilheteria da história
Ana Carolina Garcia

Ainda em cartaz, "Velozes & Furiosos 7" (Furious 7 - 2015) atingiu a marca de US$ 1.520 bilhões em bilheterias de todo o mundo, tornando-se a terceira maior bilheteria de todos os tempos, posto que foi ocupado por "Os Vingadores - The Avengers" (The Avengers - 2012) durante três anos - o longa da Marvel arrecadou US$ 1,518 bilhões, em valores aproximados.

Foto: Divulgação

Atrás somente de "Avatar" (Idem - 2009) e "Titanic", que arrecadaram US$ 2.788 bilhões e US$ 2.186, respectivamente; "Velozes & Furiosos 7" atinge esta marca na mesma semana em que a franquia inaugura sua atração no parque da Universal Studios Hollywood, em Los Angeles, a "Fast & Furious - Supercharge".

Além disso, nesta quinta-feira, dia 25, Jason Statham confirmou sua participação no oitavo longa da franquia durante uma entrevista ao Access Hollywood, "Velozes & Furiosos 8" (Fast & Furious 8 - 2017), que já tem Dwayne Johnson entre os outros nomes confirmados.

Primeiro longa da franquia a ser desenvolvido após a morte de Paul Walker, "Velozes & Furiosos 8" será ambientado em Nova York e não tem data de lançamento definida.



25/06/2015 18h15

Cinema Petrobras em Movimento oferece sessões gratuitas no Rio
Ana Carolina Garcia

O maior projeto de difusão do cinema nacional, o Cinema Petrobras em Movimento oferece sessões gratuitas em vários municípios de todo o país e, na próxima segunda-feira, dia 29, chega ao Abrigo Maria Imaculada, no Rocha, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Foto: Divulgação

Sempre realizado em sedes de projetos sociais, pontos de cultura, agremiações, associações comunitárias, logradouros públicos e escolas da rede pública de ensino; o projeto chega à sua 16ª edição com a exibição de três filmes que fizeram bastante sucesso quando lançados há alguns anos: "Rio 2" (Idem - 2014), "Tainá 3 - A Origem" (2013) e "Mato Sem Cachorro" (2013). Contudo, este último não será exibido no abrigo.

Serviço:

- Abrigo Maria Imaculada;

- Rua Ana Neri, 1422 - Rocha;

- Horários: 8h, 10h, 13h e 15h.



23/06/2015 21h49

Paramount divulga novo trailer de ‘Missão Impossível 5’
Ana Carolina Garcia

A Paramount Pictures divulgou o primeiro trailer oficial de "Missão Impossível - Nação Secreta" (Mission : Impossible Rogue Nation - 2015), que tem lançamento previsto para 13 de agosto nos cinemas brasileiros.

Foto: Divulgação

Com direção de Christopher McQuarrie, o quinto longa da franquia iniciada em 1996 e estrelada e produzida por Tom Cruise (Ethan Hunt), mostra o agente e sua equipe assumindo a arriscada missão de erradicar uma organização criminosa internacional, chamada de Sindicato, comprometida a destruir a IMF e com tantas habilidades quanto o time de Hunt.

O trailer mostra ação frenética e cenas mais perigosas que as dos filmes anteriores, que arrecadaram mais de US$ 2 bilhões de bilheterias em todo o mundo, sendo que o quarto longa rendeu à Cruise a maior bilheteria de sua carreira, aproximadamente US$ 700 milhões.

Além de Cruise, Ving Rhames (Luther), Simon Pegg (Benji) e Jeremy Renner (Brandt) também atuam neste longa que teve cenas rodadas em Viena, Marrocos e Londres.

Assista ao trailer legendado:



23/06/2015 21h44

Clássicos Cinemark: nova temporada tem ‘E.T. - O Extraterrestre’ e ‘Cidadão Kane’
Ana Carolina Garcia

A Rede Cinemark anunciou esta semana a programação da oitava temporada do Clássicos Cinemark, que começa no próximo dia 04 de julho. Ao todo, são seis longas-metragens selecionados que terão três sessões, cada, ao longo de uma semana.

Foto: Divulgação

Os filmes selecionados são: "O Silêncio dos Inocentes" (The Silence of the Lambs - 1991), "Cidadão Kane" (Citizen Kane - 1941), "Carrie, a Estranha" (Carrie - 1976), "E.T. - O Extraterrestre" (E.T. the Extra-Terrestrial - 1982), "Clube dos Cinco" (The Breakfast Club - 1985) e "Top Gun: Ases Indomáveis" (Top Gun - 1986) - dentre os clássicos da temporada, somente "Carrie, a Estranha" e "Clube dos Cinco" não venceram nenhuma estatueta do Oscar.

"Estamos felizes em ver que o projeto se tornou uma referência de programação no país e tem conquistado pessoas de todas as gerações, reunindo famílias e amigos para assistir a sucessos do cinema", conta Bettina Boklins, diretora de Marketing do Cinemark.

A oitava temporada terminará no dia 12 de agosto e os ingressos poderão ser adquiridos no site da Rede (www.cinemark.com.br) ou na bilheteria dos cinemas participantes na semana de exibição de cada filme. Clientes Cinemark Mania têm 50% de desconto no valor do ingresso, que tem valor fixo de R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia).

Leia também:

- Dica: clássicos na tela grande



20/06/2015 23h03

‘O Exterminador do Futuro’: pré-estreia mundial será transmitida ao vivo neste domingo
Ana Carolina Garcia

A pré-estreia mundial do aguardado "O Exterminador do Futuro: Gênesis" (Terminator Genisys - 2015) acontece em Berlim (Alemanha) neste domingo, dia 21, e será transmitida ao vivo pelo Yahoo (clique aqui para assistir) a partir das 13h, horário de Brasília.

Foto: Divulgação

A transmissão será realizada direto do tapete vermelho do evento, onde passarão os astros do longa, Arnold Schwarzenegger, Emilia Clarke, Jai Courtney, Jason Clarke e J.K. Simmons; o diretor Alan Taylor; e os produtores David Ellison e Dana Goldberg.

A produção marca a volta de Schwarzenegger à franquia e mostra John Connor (Jason Clarke), líder da resistência humana, enviando o Sargento Kyle Reese (Jai Courtney) de volta para 1984 para proteger Sarah Connor (Emilia Clarke) e salvaguardar o futuro, mas uma mudança inesperada nos acontecimentos cria uma linha do tempo fragmentada. Agora, o Sargento Reese está em uma nova e desconhecida versão do passado, onde ele encontra aliados improváveis, incluindo o Guardião (Arnold Schwarzenegger), novos e perigosos inimigos e uma missão inesperada: redefinir o futuro.

A Paramount está apostando alto neste longa, que tem tido uma campanha de divulgação de ritmo frenético. Esta semana, Schwarzenegger participou de uma pegadinha em Los Angeles (assista o vídeo abaixo), em parceria com o site Omaze, para arrecadar fundos para a After-School All-Stars. A campanha visa oferecer atividades extra-curriculares para crianças e quem contribuir receberá alguns brindes do filme, que variam de acordo com o valor da doação, além de participar de um sorteio cujo vencedor será o acompanhante do astro na pré do longa.

"O Exterminador do Futuro: Gênesis" tem estreia marcada para o dia 02 de julho nos cinemas brasileiros.

Leia também:

- ‘Não somos mais importantes do que as franquias’, diz Arnold Schwarzenegger no Rio

Assista ao vídeo da pegadinha do astro em Los Angeles (sem legendas):



20/06/2015 22h57

Cineclube Curta Cinema começa na próxima semana, no Rio
Ana Carolina Garcia

Fruto de uma parceria entre o Festival Internacional de Curtas do Rio e o Oi Futuro, o Cineclube Curta Cinema começa no próximo dia 25, às 19h30, no Rio de Janeiro. Em sua primeira edição, o evento oferece sessões gratuitas de dois clássicos do curta-metragem nacional, acompanhados de um filme inédito, e debates com a presença de seus idealizadores.

Foto: Divulgação

O tema escolhido para o primeiro encontro é "Rio de palavra e pandemônio", com sessões de curtas clássicos que registram o cotidiano carioca, "Copa Mixta" (1979) e "Rio de Janeiro" (1975), dirigidos respectivamente por de José Joffily e Luiz Alphonsus. Além das exibições dos clássicos, o evento terá a pré-estreia do filme "Chacal Palavra Filme" (2015), de Piu Gomes, que homenageia o poeta carioca Chacal.

"O curta-metragem é um formato que se presta à exploração de formas narrativas, que atrai artistas de formações variadas, gerando uma produção rica que encontra dificuldades de exibição. Ao abrir espaço em seu centro cultural em Ipanema para os curtas, o Oi Futuro quer formar plateias para o cinema brasileiro, democratizando parte de sua produção que merece uma maior divulgação", afirma Roberto Guimarães, gestor cultural do Oi Futuro.

Mais do que sessões gratuitas, o Cineclube marca o início das inscrições do Festival Curta Cinema de 2015, no ano em que comemora seus 25 anos. O Curta Cinema aceita inscrições de filmes com todas as propostas e gêneros, produzidos em 2014 e 2015, desde que tenham no máximo 30 minutos de duração - as inscrições devem ser feitas em www.festhome.com.

"A primeira edição do Cineclube Curta Cinema abre oficialmente o calendário de atividades do Festival para este ano de 2015. O Curta Cinema se orgulha de sua trajetória no cenário internacional de curtas. Ao longo destas 25 edições, exibimos o que há de mais representativo na produção nacional e internacional no formato", afirma Ailton Franco Jr, diretor do Festival Curta Cinema.

É necessário ressaltar que o festival é de caráter competitivo e é o primeiro a qualificar os vencedores dos prêmios de Melhor Filme Nacional e Internacional para a disputa de uma vaga entre os finalistas do Oscar. O evento também oferece as mostras Panoramas Carioca e Latino Americano, uma vasta programação especial e um foco México.

Serviço:

- Cineclube Curta Cinema - "Rio de palavra e pandemônio";

- Data: 25 de junho;

- Horário: 19h30;

- Local: Oi Futuro em Ipanema - Rua Visconde de Pirajá, 54 - Ipanema, Rio de Janeiro;

- Tel: (21) 3131-9333;

- Entrada franca (senhas serão distribuídas com 30 minutos de antecedência);

- Capacidade: 92 lugares.



17/06/2015 15h51

Dica: ‘Divertida Mente’
Ana Carolina Garcia

Sabe quando o cinema nos proporciona bons momentos na sala de exibição, a ponto de termos vontade de voltar para assistir ao filme novamente? Pois bem, é exatamente isso que a Disney e a Pixar estão nos oferecendo, uma sessão muito agradável que nos permite gargalhar como crianças, num filme para todas as idades.

Foto: Divulgação

Uma das estreias desta quinta-feira, dia 18, "Divertida Mente" (Inside Out - 2015) é uma produção cuja criatividade nos surpreende a cada cena, detalhe e pela construção de seus personagens. Desenvolvida com perfeição, sua trama é mais complexa do que aparenta, atingindo mais aos adultos, mas encantando os baixinhos com a magia característica dos filmes do estúdio.

Aplaudidíssimo no Festival de Cannes deste ano e dirigido por Pete Docter, o longa é uma das melhores animações lançadas nos últimos anos e tem chances reais de concorrer e, até mesmo, vencer o próximo Oscar de melhor animação.

Fica a dica: assista "Divertida Mente"!

Leia também:

- Crítica - ‘Divertida Mente’: a melhor animação da Pixar em muito tempo

Assista ao trailer oficial (dublado):



17/06/2015 15h44

Dica: 'Cobain: Montage of Heck'
Ana Carolina Garcia

A imagem de Kurt Cobain sempre foi envolta em mistério. Um homem enérgico que escondeu de muita gente sua fragilidade emocional e desespero interior, que o faziam se sentir com o peso do mundo nas costas. Idolatrado por toda uma geração, teve dificuldades em lidar com tanto amor e devoção por sofrer de baixa autoestima.

Foto: Divulgação

Kurt Cobain é um dos grandes ícones da música mundial e sua morte trágica tem sido motivo de especulação durante todos esses anos, porém, o objetivo de "Cobain: Montage of Heck" (Idem - 2015) não é levantar nenhuma teoria conspiratória, mas tentar entender o que se passava na mente do músico.

Para isso, o diretor e roteirista Brett Morgen analisou um vasto material cedido pela viúva de Cobain, Courtney Love, objeto de devoção do vocalista do Nirvana e mãe de sua única filha, Frances Bean Cobain, que assina a produção-executiva deste longa.

Emocionante, perturbador, um retrato intimista de um homem frágil e que precisava desesperadamente de ajuda, "Cobain: Montage of Heck" entra em cartaz nesta quinta-feira, dia 18, mas por pouco tempo e em poucas salas.

Então, não perca tempo e corra para assistir "Cobain: Montage of Heck"!  

Leia também:

- Crítica - 'Cobain: Montage of Heck': retrato emocionante e perturbador.

Assista ao trailer oficial (sem legendas):



16/06/2015 22h06

‘Revista do Cinema Brasileiro’: Natália Lage entrevista Jorge Durán
Ana Carolina Garcia

Foto: DivulgaçãoO cineasta Jorge Durán é o entrevistado de Natália Lage no "Revista do Cinema Brasileiro" (1994) do próximo sábado, dia 20, às 22h15. Chileno radicado no Brasil há 40 anos, ele voltou ao seu país em 2012 para rodar cenas de seu último longa, "Romance Policial" (2015).

Protagonizado por Daniel Oliveira (Antônio), o longa teve cenas rodadas no Deserto do Atacama em 2012 e conta a história de um jovem escritor que durante uma viagem ao Chile, encontra um corpo. Sem poder retornar ao Brasil, Antônio decide investigar o crime com a ajuda de uma jovem que vive no local, o que lhe possibilita escrever seu próximo livro.

Foto: Divulgação

Neste episódio, o telespectador terá a oportunidade de conferir uma matéria sobre a websérie "Mute", que objetiva resgatar o cinema mudo ao mostrar histórias de diretores e roteiristas variados, todas mudas, fazendo com que seus atores usem e abusem do gestual para transmitir suas mensagens e emoções.

Entre seus outros destaques estão matérias sobre o mercado de animação brasileiro; o documentário "Sem Pena" (2014), de Eugênio Puppo, que lança um olhar diferente sobre o sistema criminal brasileiro; e o quadro "Meu Filme Favorito", com o cineasta Marcelo Pedroso.

O "Revista do Cinema Brasileiro" vai ao ar na TV Brasil (RJ: Canal 2, 18 Net, 166 Sky; SP: Canal 62, 4 Net, 166 Sky), sábado, às 22h15.



16/06/2015 01h03

‘Jurassic World’: abertura supera US$ 500 milhões
Ana Carolina Garcia

Foto: Divulgação"Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" (Jurassic World - 2015) estreou há poucos dias e já deixou sua marca na história do cinema como o primeiro longa-metragem a arrecadar mais de meio bilhão de dólares em sua abertura. De acordo com a Variety, o filme faturou US$ 511.8 milhões em bilheterias de todo o mundo.

Com produção-executiva de Steven Spielberg e direção de Colin Trevorrow, o filme que mostra a concretização do sonho de John Hammond (Richard Attenborough), com o parque aberto e em pleno funcionamento, rebatizado de Jurassic World, também superou as expectativas no mercado americano, tornando-se a segunda maior abertura da história do país com US$ 204.6 milhões, aproximadamente - a primeira posição pertence a "Os Vingadores - The Avengers" (The Avengers - 2012), que arrecadou mais de US$ 207.4 milhões em seu final de semana de estreia, segundo o IMDB.

Ao que parece, os dinossauros estão fora de controle também na vida real, pois os números aumentam a cada hora, colocando-o numa posição muito confortável na principal temporada do ano, a do verão americano.

A pergunta agora é: qual filme terá força suficiente para lutar contra "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros"?

Leia também:

- Dica: "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros"

- Crítica - ‘Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros’ é uma grande homenagem ao original

Assista o trailer oficial legendado:



12/06/2015 19h01

Nostalgia: o polêmico documentário ‘Na Cama com Madonna’
Ana Carolina Garcia

Foto: DivulgaçãoEm menos de uma semana tive a oportunidade de assistir a dois documentários sobre ídolos da música mundial, cada um com o seu público, claro. O primeiro na TV por assinatura no último sábado, dia 06, "Backstreet Boys: Show ‘Em What You’re Made Of" (Idem - 2015), sobre a maior boy-band da década de 1990, o Backstreet Boys. E na manhã da última quinta-feira, dia 11, assisti "Cobain: Montage of Heck" (Idem - 2015), sobre Kurt Cobain, o líder do Nirvana, uma das principais bandas dos anos de 1990 - a crítica estará disponível na editoria de cinema na próxima semana. 

Ao sair da sessão fechada para a imprensa de "Cobain: Montage of Heck", lembrei-me de diversos músicos e grupos que tiveram suas trajetórias mostradas nas telas de cinema ao longo dos anos. Dentre todos os excelentes documentários já produzidos, considero um especialmente inesquecível, não apenas por ter sido lançado em meio a um enorme burburinho, mas por retratar uma cantora que sempre teve "polêmica" no sobrenome: Madonna.

"Na Cama com Madonna" (Madonna: Truth or Dare - 1991) foi lançado há 24 anos e tem resistido bravamente ao teste do tempo, assim como a própria Madonna, cujo reinado nenhuma outra cantora foi capaz de abalar. Afinal, rainha é rainha, não importa quantas súditas (confessas ou não) se lancem no cenário musical.

Neste ponto, preciso confessar que este documentário é especial para mim, também por ser fã da cantora desde criança, quando meus discos da Xuxa, Trem da Alegria e Balão Mágico se misturavam aos da minha irmã, que curtia bandas como A-Ha, Legião Urbana, Oingo Boingo e, claro, Madonna. Obviamente, não tinha tanta liberdade para mexer nos LP's preferidos dela, entenda-se "Madonna", "True Blue" e "Like a Prayer"; pois era criança e poderia danificá-los acidentalmente... talvez por isso, fossem alguns dos meus preferidos também.

Eram o final dos anos 80 e início dos de 90, uma época em que a cantora vivia o auge de sua carreira musical e continuava tentando se firmar no cinema com "Dick Tracy" (Idem - 1990), após ter invadido as telas em filmes que acabaram se tornando clássicos da "Sessão da Tarde" aqui no Brasil - "Procura-se Susan Desesperadamente" (Desperately Seeking Susan - 1985) e "Quem é Essa Garota?" (Who's That Girl - 1987).

E eis que Madonna decidiu invadir as telas de cinema novamente, mas sem ser Susan, Nikki Finn ou Breathless Mahoney. Era a diva pop como ela mesma, em sua melhor forma, mostrando os bastidores de uma de suas melhores turnês, a "Blond Ambition" (1990). Como fã, estava sedenta para assisti-lo e descobrir o porquê de tanto burburinho. Como não podia ver no cinema por causa da classificação indicativa, esperei sair em VHS e assisti escondida, já que contém cenas impróprias para crianças, principalmente a da memorável performance de "Like a Virgin".

A primeira impressão que tive de "Na Cama com Madonna" foi a de que aquela turnê era fantástica, que a iniciativa de compartilhar os seus bastidores era melhor ainda e que iria assisti-lo de novo. De fato, assisti muitas outras vezes, não faço ideia de quantas, mas somente quando cresci pude ter a real noção de como este documentário foi importante para a carreira da cantora e também para a época, pois fala abertamente de temas considerados tabus há 24 anos.

Com direção de Alek Keshishian, o longa foi bastante elogiado pela crítica na época, inclusive pelo renomado Gene Siskel, parceiro de Roger Ebert no "Siskel & Ebert & the Movies", que o classificou como um dos mais divertidos daquele ano. Realmente, este documentário é divertido em diversos momentos, mas também dá lugar a uma atmosfera mais séria ao mostrar a relação de Madonna com a família e a perda da mãe aos cinco anos de idade; bem como por fazer uma crítica aberta ao comportamento das celebridades de Hollywood e por abordar um tema constante em sua carreia, religião.

Madonna tem uma relação estreita e controversa com religião e chegou a irritar o Vaticano diversas vezes, como por exemplo, no polêmico clipe de "Like a Prayer", ao qual ela se apaixona por um santo negro e mostra a cruz em chamas. Esse relacionamento conturbado levou ao cancelamento de dois de seus shows na Itália em 1990, após a tentativa do Vaticano de proibir as apresentações.

"Meu show não é convencional, é uma representação teatral da minha música. E, como no teatro, questiona, incita ideias e conduz a uma jornada emocional, retratando o bem e o mal, luz e escuridão, alegria e tristeza, redenção e salvação. Não prego um estilo de vida, apenas descrevo um. Cabe ao público fazer o julgamento. É isso que considero liberdade de expressão, liberdade de pensamento", disse à imprensa à época, em episódio mostrado em "Na Cama com Madonna".

Mais do que referências religiosas, o que levou o Vaticano a tentar proibir as apresentações foi o mesmo motivo que quase causou a prisão da cantora em Toronto (Canadá), sob a acusação de "comportamento obsceno": a já citada performance de "Like a Virgin", ao qual a cantora e dois dançarinos protagonizam cenas picantes no palco.

"Na Cama com Madonna" é uma oportunidade de o público conhecer a fase mais popular da cantora e, através de seu relacionamento com seus dançarinos, refletir sobre respeito ao próximo, independente de qualquer outra coisa. É um documentário divertido, sim, mas instigante e de extrema qualidade. Um retrato intimista de um dos maiores nomes da música mundial, apresentando ainda o seu lado controlador, realizado num período em que Madonna adorava estar na mídia. Se você ainda não o assistiu, não perca tempo, pois vale muito a pena!


2 Comentários | Clique aqui para comentar